Arquivos de Categoria: ARTIGOS

DIVERSIDADE E INCLUSÃO – E AS BARREIRAS PARA SE COLOCAR EM PRÁTICA

Falar sobre diversidade e inclusão vem ganhando cada vez mais força nas empresas. Com alto valor ligado à responsabilidade social, a questão é estratégica, especialmente para as companhias que vêm sustentando seus valores nas práticas de ESG, sigla em inglês para Environment, Social & Governance, ou Ambiental, Social e Governança em português. E a preocupação […]

O PODER DA TRISTEZA

O PODER DA TRISTEZA

Ser feliz, hoje, é um imperativo daqueles que se consideram merecedores do sucesso e de todas as gratificações decorrentes para uma “vida feliz”.
circunstâncias, mesmo reais, que se apresentam de forma feia, ruim ou nojenta. Evitamos a dor própria de quem está vivendo ou viveu tragédias, sofrimento ou dilemas.

DESESPERANÇA – UM CHAMADO PARA A REALIDADE

Começamos o nosso 2022 com as nossas tradicionais preces evocando esperança. Como desejamos um ano melhor, uma vida melhor, um mundo melhor. Mas, do que adianta somente encher nossos corações de esperança perante a dolorosa realidade que se mostra neste que é apenas o primeiro trimestre do ano? Será que não precisamos dar maior vazão ao sentimento de desesperança?

TEMOS UMA PONTE PARA A FELICIDADE EM 2022?

A covid-19 se consolidou definitivamente em nossas vidas e nas mais diversas relações humanas. Mesmo com tantos avanços no enfrentamento da pandemia, ainda não podemos desfrutar da vida exatamente da forma como gostaríamos. Mas, ainda assim é possível alcançar um estado de plenitude por meio de um fenômeno que pode ser a base da felicidade. Pode ser sonhado, mas indispensavelmente construído em terra firme.

VIDA PÓS PANDEMIA E NOVAS RELAÇÕES ORGANIZACIONAIS

Desde o início da pandemia, nos perguntamos sobre quando vamos voltar à nossa vida normal. Mas, após quase dois anos imersos nesse desafio mundial, o que posso dizer é que: esqueça, não teremos mais uma série de coisas que eram normais, ao menos da maneira que conhecíamos, já que muitos paradigmas foram quebrados, novos dilemas […]

LIBERDADE OU SUBMISSÃO, EIS A QUESTÃO

Como humanos, nós nos reconhecemos como o topo da natureza por ter a capacidade única, entre os seres vivos, de poder analisar a circunstância que nos rodeia, fazer opções ou escolhas e agir para satisfazer as nossas necessidades.

Esse fenômeno representa o auge do exercício da nossa liberdade, capaz de nos fazer extrapolar limites, criar, construir ou reconstruir situações e contextos neste ir e vir contínuo da vida. É por meio dessa condição que vivemos os dilemas das decisões, caminhando entre a curiosidade e o conhecimento, entre a certeza e a dúvida, entre o viável ou o impossível, entre o desejado ou imperativo, e, em última instância, entre o viver ou morrer.

O QUE É SER UMA MULHER LIVRE?

O mundo assiste de maneira apreensiva o que está acontecendo no Afeganistão com a retomada do Talibã ao poder, especialmente com o que pode ocorrer com as mulheres devido ao risco delas perderem importantes direitos conquistados nos últimos 20 anos.

Nada pode ser mais trágico que imaginar essas mulheres voltando ao horror que viveram entre os anos de 1996 a 2001, período em que o grupo extremista comandou o país e impedia as afegãs de saírem para trabalhar, estudar, andar nas ruas sem estarem completamente cobertas pela burca, além de diversos ataques brutais contras as mulheres.

A PARTIR DO QUE VIVEMOS, ESTAMOS CRIANDO ESPERANÇA NAS NOVAS GERAÇÕES?

Não há como fugir desta dura realidade que estamos vivendo. A situação é crítica, no entanto, um comportamento recorrente que percebo é o de tentar camuflar essa realidade, ou também de apenas se buscar justificativas e culpados, perdendo a percepção do que está acontecendo de fato e a possibilidade de entender sobre como agir.  Mas, além […]

QUAL É O TOPO PARA UMA MULHER?

Segundo um estudo realizado em 2021 pela consultoria Bain & Company, em parceria com o LinkedIn, das 250 maiores empresas no Brasil, somente 3% são lideradas por mulheres. Nos cargos de gerência, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2019, elas ocupam 37,4%, Já o Instituto Brasileiro de Governança […]

Open chat
Olá, posso ajudar?